OS LIVROS QUE INSPIRARAM A CARREIRA DE LUPITA NYONG'O

A atriz Lupita Nyong'o: Lupita venceu neste ano o Oscar de melhor atriz coadjuvante
Praticamente desconhecida do público antes de sua participação no filme “12 anos de escravidão”, Lupita Nyong'o viveu em 2014 um roteiro digno de contos de fada - como alguns críticos de cinema classificaram.


A produção, que também marcou a sua estreia no cinema, acabou lhe rendendo o Oscar de melhor atriz coadjuvante este ano. Com isso, ela superou atrizes veteranas como Jennifer Lawrence e Julia Roberts.

Apesar do feito, o mercado de trabalho cinematográfico não se tornou mais fácil para a atriz de 31 anos nascida no México e criada no Quênia. Formada em artes cênicas pela Yale University, Lupita estaria sendo vítima de racismo, segundo relatos. Por enquanto, ela está escalada para o próximo filme da franquia Star Wars. E só.

Na última sexta-feira, Lupita admitiu para uma palestra formada majoritariamente por mulheres que tem medo de falhar na carreira - com uma ressalva: “Sem a possibilidade de ser ruim em alguma coisa, você nunca será extraordinário”, afirmou, segundo relato do site Inc.

Alguns livros a ajudaram a chegar a esta conclusão, segundo ela confidenciou no discurso. Um deles ensina algumas técnicas de atletas olímpicos para lidar com a pressão e o outro oferece um método para definir um plano de carreira.

Veja mais sobre as obras:

Fight Your Fear and Win: Seven Skills for Performing Your Best Under Pressure
Autor: Dr. Don Greene

Uma prova nas Olimpíadas é o momento mais decisivo na vida de um atleta. E, portanto, o de maior pressão. Neste livro, o especialista em psicologia esportiva Don Greene descreve alguns dos métodos usados pelos esportistas de alta performance para encarar o stress que os jogos olimpícos podem trazer e como aplicá-los no mercado de trabalho.

Map for life
Autor: Glen Allen McQuirk
A teoria central da obra é de que técnicas de administração do tempo são nulas se o profissional não tiver um plano de vida e de carreira bem definido. Influenciada pela obra, a atriz afirmou que tem o hábito de listar todas as suas ambições.

Fazer filmes com impacto social era uma delas - e a produção “12 anos de escravidão” foi uma resposta a este objetivo de carreira. 

http://exame.abril.com.br/carreira/noticias/os-livros-que-inspiraram-a-carreira-de-lupita-nyong-o
.
.