JMM - JUNTA MUNDIAL DE MISSOES EM GUINE-BISSAU



Há mais de 100 anos fazendo missões no mundo

Não são muitas as agências missionárias no mundo que alcançaram a marca centenária como a Junta de Missões Mundiais da Convenção Batista Brasileira. Criada em 1907, sua atuação consiste na expansão do trabalho missionário além das fronteiras do Brasil, no despertamento e preparo de vocacionados para missões, dentre muitas outras ações que contribuem para a proclamação do evangelho no mundo.

Foi durante a primeira Assembleia da Convenção Batista Brasileira, em 1907, que o missionário americano William Buck Bagby sugeriu a formação de uma agência missionária que cuidasse da expansão missionária, fora dos limites geográficos brasileiros, das igrejas filiadas à CBB. Em 16 de junho surgia a Junta de Missões Estrangeiras. O Chile foi o primeiro campo missionário, através o obreiro nacional Wenceslao Valdívia. Em 1911, o Pr. João Jorge de Oliveira seguiu para Portugal, tornando-se o primeiro missionário brasileiro enviado pela então JME. Estes e muitos outros dados históricos estão narrados no livro “100 anos de histórias”, de autoria do Dr. Zaqueu Moreira de Oliveira e sua esposa, Dra. Edelweiss Falcão de Oliveira.

Atualmente, cerca de 700 missionários anunciam o Evangelho de Jesus Cristo em 64 países nas Américas, Europa, África e Ásia. Eles evangelizam, plantam igrejas e desenvolvem diversos projetos sociais. Nas últimas décadas, a JMM tem adotado estratégias para alcançar países fechados à pregação do Evangelho, especialmente na Janela 10/40. Para tanto, possui um plano de metas que regula e norteia o avanço missionário no mundo. O objetivo do trabalho missionária da JMM é que todos os povos sejam alcançados e transformados pela mensagem do amor de Deus.

Projetos sociais e evangelísticos


Em muitos lugares, anunciar Jesus Cristo abertamente pode criar enormes barreiras para o avanço da obra missionária. Para conseguir transmitir efetivamente a mensagem de salvação nessas sociedades, os missionários da Junta de Missões Mundiais desenvolvem diversos projetos na área social e até esportiva. Todos têm perfil evangelístico e visam auxiliar as populações locais, possibilitar a proclamação do evangelho. É assim através do PEM (Programa Esportivo Missionário); do PEPE, programa socioeducativo promovido pela JMM; do POPE (Programa de Odontologia Preventiva e Educativa) e da Fábrica de Esperança (Senegal), entre tantos outros desenvolvidos com excelência nos campos.

O PEPE é, atualmente, o projeto de maior abrangência nos campos missionários da JMM. O Programa está presente em 20 países, na América Latina e na África. Somente no último ano, o PEPE registrou um total de 10.191 crianças alcançadas em 387unidades, com o apoio de cerca de 850 pessoas entre educadores e voluntários. Através de linguagem simples e contextualizada, sempre com fundamento bíblico, enquanto ensinam os missionários-educadores atingem com a mensagem de salvação não só as crianças como também seus pais e parentes próximos. Destaque para o grande número de conversões registradas.

No Paraguai funciona o Programa de Odontologia Preventiva e Educativa, simplesmente chamado de POPE. Coordenado pelos missionários Dr. Paulo e Dra. Tereza Pagaciov, ambos dentistas, o Programa tem sido uma importante ferramenta de conscientização social e também de abertura para a pregação do Evangelho, tanto na capital quanto no interior do país (inclusive em aldeias indígenas). Eles ministram aulas de educação dentária e prevenção de cáries em crianças do PEPE e seus familiares e amigos. Na África, outros missionários têm utilizado esse canal para ajudar a população local e anunciar a salvação em Cristo.

Já o PEM (Programa Esportivo Missionário) tem sido uma importante estratégia para entrar em países “oficialmente” fechados para a pregação do Evangelho. Nesses lugares, o futebol brasileiro, forte catalisador de oportunidades, serve como instrumento perfeito nas mãos de Deus para evangelizar o povo, geralmente apaixonado pela técnica dos brasileiros. Assim, países como Malásia, Senegal, Índia, China, Tailândia e Guiné estão abrindo suas portas para treinadores e professores de futebol brasileiros, evangélicos comprometidos com o Reino de Deus, para transformar a situação espiritual do povo local. Em outros países como Espanha e Portugal, reduto dos maiores campeonatos de futebol da Europa, missionários brasileiros estão ensinando futebol e pregando a salvação em Cristo.

No Senegal, África, o Projeto Fábrica de Esperança atende crianças em situações de vulnerabilidade social (geralmente mendicantes). Dirigida pelos missionários Humberto Chagas (médico ortopedista) e sua esposa Elisângela (dentista), o Projeto presta atendimento médico e oferece alimentação, cuidados com a saúde, alfabetização, lazer, cursos profissionalizantes e ensino para a vida. E envoltas numa atmosfera de amor, as crianças ficam mais abertas para receberem a Palavra de Deus. Lá funciona também uma escolinha de futebol que, além de servir à comunidade, tem conquistado números expressivos de conversões.

Apoio no Brasil

A fim de apoiar o trabalho que é realizado nos campos e atender as cerca de 12 mil igrejas e congregações batistas de todo Brasil, cerca de 50 funcionários e colaboradores trabalham na sede da JMM, no Rio de Janeiro, para dar suporte necessário aos missionários e para comunicar o que é feito para anunciar o amor de Deus às nações. O Diretor Executivo da JMM é o Pr. João Marcos Barreto Soares, que tomou posse no dia 25 de janeiro de 2010.

Um dos desafios da equipe da JMM é elaborar a Campanha de Missões Mundiais, que anualmente mobiliza as igrejas para apoiar e interceder em favor de obra de evangelização mundial. Em 2012, o tema é “Eles precisam de Cristo, a paz que liberta”.

Alinhado a essa mobilização anual, a JMM mantém o Programa de Adoção Missionária (PAM), um meio que permite a participação dos cristãos de maneira constante e efetiva na obra de evangelização mundial com ofertas sistemáticas.

Para contribuir com um dos Projetos ou Programas da JMM, ligue para (21) 2122-1900 (de cidades com DDD 21) ou 0800 709 1900 (demais localidades).


Onde os Batistas Brasileiros estão As igrejas da Convenção Batista Brasileira estão presentes, através da JMM, nos seguintes continentes e países:

África – 15 países

África do Sul, Angola, Botsuana, Burkina Faso, Cabo Verde, Gâmbia, Guiné, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Mali, Moçambique, Níger, São Tomé e Príncipe e Senegal e República Centro-Africana.

Américas – 11 países
Bolívia, Canadá, Chile, Colômbia, Cuba, Equador, Haiti, Paraguai, Peru, República Dominicana e Uruguai.

Norte da África, Ásia e Oriente Médio – 16 países
Devido à resistência de alguns países destas regiões ao Evangelho, seus nomes não podem ser divulgados para não colocarmos em risco a vida de nossos missionários.

Europa – 20 países
Açores (Portugal), Albânia, Armênia, Azerbaijão, Bielorússia, Cazaquistão, Espanha, Estônia, Geórgia, Itália, Letônia, Lituânia, Modávia, Polônia, Portugal, Romênia, Rússia, Tadjiquistão, Turcomenistão, Ucrânia e Uzbeqistão.
.


. . .
.